Seu nome vale muito!

Além de ser o primeiro contato com a sua marca, ele pode facilitar a expansão do seu negócio.

“Preciso de um nome que lembre os meus produtos e serviços”. Esse é o desejo de quem está abrindo um novo negócio e precisa definir o naming da sua empresa. Parece um processo simples e fácil, mas está longe disso.

A definição do nome precisa estar alinhada à identidade e ao posicionamento da marca, mas muita gente não sabe a importância que o nome exerce sobre a empresa.

Antes de mais nada, você precisa entender que o nome é o primeiro contato com o seu cliente e tem a função de persuadir e passar a sua identidade. É preciso também considerar o futuro do seu negócio, a possibilidade de expansão e crescimento. E aí é que mora o perigo, pois alguns nomes são fortes para a sua localidade, mas impedem um expansão geográfica.

Por isso, é preciso ir além.

Mas para criar um nome, é fundamental realizar um estudo amplo de mercado e do DNA da própria empresa. E se você não sabe como proceder, existem profissionais que podem lhe ajudar nesse processo. A agência UAU está aí para isso, para lhe auxiliar nessa escolha.

E para criar esse naming, a UAU leva em conta os princípios, valores e posicionamento da sua empresa. Para o diretor executivo do Grupo UAU, Walter Hugo Bracht:

“A criação do nome vai muito além da vaidade ou do gosto. O famoso boca a boca só vai funcionar se as pessoas souberem repetir o nome da empresa. Ser fácil de lembrar, falar e escrever, são algumas características de um bom nome, sempre levando em consideração o público e o meio em que a empresa irá atuar.”

Um dos motivos do nome ser tão importante é porque ele chega antes de tudo. Ele é o cartão de visitas, a vitrine.

E para que essa vitrine seja atraente, sugestiva, relevante, é preciso seguir algumas etapas, como: pesquisa, estratégia, criação, avaliação e validação. Ficou confuso? Calma, nós te explicamos tudinho.

Começamos pela pesquisa. É a avaliação das necessidades que o nome precisa suprir, os principais diferenciais e características da sua empresa.

A segunda etapa refere-se à definição das estratégias, ferramentas e métodos que serão utilizados para a definição do naming.

Na fase de criação, são desenvolvidas as palavras-chave e a criação de painel semântico.

Já na quarta etapa, é feito o processo de avaliação e de criação efetivamente. Neste, as questões de sonoridade, pronúncia e escrita são fatores decisivos. Além disso, é feito uma pesquisa para saber se o nome está disponível e se enquadra às necessidades da marca.

Enfim, chegamos a última etapa do processo: a validação. É a verificação final da viabilidade legal de uso e registro do nome. Pronto! Você tem um nome expressivo, que identifica sua marca e que se encaixa com o perfil do seu cliente-alvo.

Agora se você quer ser assertivo, deixe esse processo com quem realmente entende do assunto. Pois quando você cria um nome por conta própria, na maioria das vezes, ele já existe e você precisa começar do zero. Evite retrabalho e dores de cabeça, deixe a escolha do naming da sua empresa com a UAU.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.