Como funciona consultoria de marketing (e porque os resultados são incríveis)

Consultoria De Marketing

Parece milagre e até exagero, mas contratar consultoria em marketing é um dos melhores investimentos para virar o jogo em qualquer nicho do mercado.

A razão da consultoria de marketing ter se tornado um serviço tão popular na geração pós-internet foi a possibilidade dos diretores delegarem a missão de identificar, antecipar e satisfazer as necessidades do público-alvo de um jeito rentável.

Isso poupa tempo e atenção valiosos, que poderão ser usados para gerar novas ideias e empreender, propriamente.

O que é consultoria em marketing?

Do artista independente que vende obras num blog aos diretores de empresas bilionárias, consultoria em marketing traz insights estratégicos para alcançar ganhos surpreendentes gastando a menor quantidade de recursos possível.

Ter uma equipe analisando as estruturas e montando um passo a passo de soluções funciona em qualquer nicho, em qualquer mercado – para aumentar não só as vendas, mas também o reconhecimento e engajamento com a marca, e a comunicação efetiva da personalidade do negócio.

Quando uma empresa se torna uma entidade aplicando as sugestões da consultoria, ela deixa de ser “uma cafeteria” e se torna “a Starbucks”, como no exemplo do artigo sobre missão, visão e valores aqui do blog.

Vender é uma coisa.

Construir um império rentável é outra.

A especialidade da consultoria de marketing é auxiliar nessa otimização.

O serviço de consultoria em si

Consultoria de marketing é o serviço de análise, organização e correção das práticas de uma empresa, com intenção de fortalecer o elo entre a marca e o público que deseja atrair ou converter em cliente recorrente.

Antes do marketing ser incorporado como ferramenta de alavancagem para vendas, muita gente estava comercializando de tudo, tornando cada vez mais difícil vender as mesmas coisas para as mesmas pessoas – que estavam doidas para consumir mais e mais novidades.

Novos jeitos de apresentar uma marca, um produto, ou até mudar para quem os produtos eram vendidos, tiveram de ser inventados.

O processo de venda e compra se tornou mais sentimental e biológico que monetário – até a neurociência se meteu na história de implementação do marketing.

Com a internet, não só o lucro a partir de vendas dos objetos físicos estava se beneficiando de uma reestruturação de marketing, mas itens digitais e serviços imateriais também passaram a ser reposicionados por consultoria – se tornando altamente rentáveis, especialmente após a popularização das redes sociais.

Aí veio a pandemia COVID-19 e as pessoas pararam de sair de casa, o que mudou a relação das propagandas físicas e fortaleceu o impacto da publicidade apresentada ao público pelo smartphone – que acompanha fielmente, da privada à cama, mais de 3.8 bilhões de pessoas no mundo inteiro.

Ter uma campanha viral, com anúncios que sabem o melhor horário para mostrar seu produto a um cliente e aumentar as chances do negócio ser fechado ali, na hora, virou um dos investimentos mais seguros para converter potenciais clientes em compradores – e fãs. 

Mapa da consultoria

Acompanhar essas mudanças sozinho, ou criar campanhas sem uma equipe treinada, é tortura para empreendedores.

Pensando nisso, profissionais do marketing passaram a prestar consultoria de forma independente – com equipe própria – para diminuir a carga sobre os diretores e salvar empresas das distrações.

Da otimização da cultura e filosofia internas à expressão social da entidade para o mundo, a consultoria faz o que for preciso para aplicar o que realmente se converte em ganhos numa geração faminta por identificação e serviços humanizados.

Aqui está um guia básico do que forma uma excelente consulta em marketing:

1. Análise da empresa: as métricas, a filosofia, os diretores e os objetivos;

2. Identificação da personalidade da empresa, do público-alvo, e das melhores maneiras de se conectar a esse público;

3. Elaboração de uma estratégia para solucionar os problemas através de um conceito poderoso de missão, visão e valores – com metas realistas e datas de reavaliação;

4. Aplicação do plano com interpretação dos primeiros resultados e manutenções necessárias para manter as coisas nos eixos até o fim do período.

A consultoria acontece com tanta fluidez que quando surgem os primeiros resultados positivos, parece que vieram à tona num passe de mágica – só que não: é o retorno de observação e reorganização para tirar da vista tudo que atrapalha a rentabilidade.

É um retorno pela coragem de quem propôs a contratação da consultoria, em primeiro lugar.

Eu deveria contratar consultoria em marketing?

Conversar com uma agência sobre consultoria de marketing não vai fazer mal (nem custar nada) se você precisar de ajuda para:

– Melhorar seus produtos;

– Definir preços estratégicos;

– Promover seu negócio em meios tradicionais ou digitais;

– Descobrir canais de comunicação;

– Vender mais.

Um olhar novo, equilibrado entre a razão e emoção, para fazer pelos consumidores exatamente o que eles esperam encontrar na sua empresa ou produto, é um esteróide poderoso em qualquer projeto – um funil que direciona todo empenho dos funcionários e diretores para um resultado unificado.

Consultoria é um investimento tão diferente, que empresas lucram mais e gastam menos depois de planos de marketing serem aplicados, sendo um jeito barato de economizar dinheiro a médio e longo prazo, evitar dor de cabeça, e salvar tempo para o que importa – em vez de se preocupar com o número de seguidores acompanhando a marca nas redes sociais…

Aqui está sua resposta:

Contrate consultoria se quiser elevar seu negócio a outro patamar.

Ou tirá-lo da lama, no mínimo.

Acreditar que é possível fazer todo esse trabalho sozinho é um erro comum (e caro) até mesmo de empresários experientes, que pecam por não abrirem mão da ideia de “fazer as coisas como sempre fizemos.”

Por sorte, e com cada vez mais eficácia, esse é um dos erros mais fáceis de evitar – e você pode falar com a gente se quiser saber como 💬

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.